segunda-feira, novembro 20, 2006

Blog-ó-Dinner - Rambóia Total


Depois de ter dormido umas 15 horas, ainda com a cachola a latejar da Sangria e dos Baccardi's, a pedido de muitas familias vou então colocar o meu postzito sobre esse grande evento, prestes a passar a categoria "mundialmente conhecido na Blog-ó-Esfera", o (deixa lá ver se me lembro algum adjectivo não utilizado nos 20 e tal blogs que estive a ler de enfiada) ESTUPENDO (k tal???)
BLOG-Ó-DINNER.

Sejam sinceros comigo, quando vão sentadinhos no quentinho do vosso pópó e vislumbram ao longe um carro parado na auto-estrada com um desgraçado a mudar o pneu de um carro, o que é que vos vem à cabeça "Epá! Coitado! É preciso ter azar" e vem aquele sorrisinho estúpido e pensam para os vossos botões “Ainda bem que não sou eu”. Pois é amigos, a partir de ontem vou começar a ver as coisas de outra forma, porque desta vez o desgraçado fui eu...

Eu que adoro a minha carrinha (o brasileiro que trabalha na lavagem automática pode testemunhar porque já se recusa a lavar a dita cuja e tem a lata de me dizer "Meu chapa, a carrinha tá limpa Cara. Qualquer dia a tinta cai!!!") ontem descarreguei todo o meu rol de palavrões com a desgraçada e chamei-lhe tudo.
Imaginem 2 horas a preparar o cenário e depois ver-me naquela situação, todo suado, com 2 lenhos nos dedos e atrasadíssimo para o jantar.
Pois foi assim que começou a aventura do Blog-ó-Dinner para o Rebelmind.


Olhem bem para este penteado que nem lembra ao Menino Jesus (ihihihi), depois de uma aventura daquelas não há cenário que resista (eheheh)


Mas se pensam que este episódio fatídico me tirou a boa disposição, esqueçam!!! Agora é que eu estava na disposição de me divertir ao máximo.

Chego à nossa capital em pânico porque o telefone de umas das organizadoras não estava ligado (depois vim a perceber que não tinha rede e não te preocupes Ana que não te chamei nenhum nome porque tinha gasto todos com a desgraçada da carrinha) e como não pesco nada das ruas de Lisboa e resolvi ligar ao meu sobrinho maravilha que me deu as indicações precisas como se tivesse a ouvir a vozita do GPS (que um dia ainda vou comprar) e num ápice ai estava eu em frente ao Porão de Santos. Voltei a ligar para a Anokas que desta vz atendeu e até fez o favor de se meter no meio da rua, ao frio e tal como o meu sobrinho (desta vez a voz do GPS era bem mais sexy) foi me dando as indicações para chegar ao Restaurante. Para compensar todo o azar do pneu, arranjei lugar em frente ao lugar onde se ia realizar o repasto.

Eu que adoro ser pontual e tinha prometido a mim mesmo tentar chegar antes da hora, porque sendo novo nestas andanças dos blogs, era mais fácil para mim se pudesse conviver e conhecer melhor as pessoas e os respectivos blogs para que me sentisse mais à vontade. Esqueçam, com o atraso entro com a Ana e a casa estava completamente cheia e para me por mais à vontade ainda, solta-se um grito “Olha o carapau de Corrida” (obrigado Jorge!). Pensei para mim “Se isto já está assim, não tenho que me preocupar!! Estou em casa!! Isto é só malta divertida.”

Pedi desculpa pelo atraso e apresentei-me meio encavacado.

Antes de ir lavar as mãos ainda imundas e todas ensanguentadas, tive a minha primeira emoção, vislumbrei logo a pessoa que queria encontrar e que tinha estado a insistir imenso para ir ao jantar, “A Butterfly Su”, a grande impulsionadora e mentora nestas coisas dos blogs e ali estava ela, linda e com um sorriso maravilhoso. Foi emocionante porque, temos falado bastante e eu queria ser o máximo natural e genuíno possível para que não houvesse aquela sensação de constrangimento natural nestas situações e como tal depois de as mãozinhas imaculdas optei por me sentar no lugar mais próximo dela e meti logo conversa. Como eu já calculava a coisa fluiu e parecia que já a conhecia à anos e que vamos todos os dias beber uma cafézada.

Como não podia deixar de ser, até porque também já a tenho adicionada no meu MSN e está perfeitamente identificada no seu blog, identifiquei logo a Ritolas, a pessoa que “quase” me obrigou a ir à jantarada, sim porque como sou novato nestas coisas e sou um rapazito tímido (lol) achava que ainda não deveria ir a este jantar, ideia essa que prontamente foi contrariada pela genial Ritinha.

Depois de mim ainda chegaram os colegas do Algarve, que para mim encarnam na perfeição o que deve ser o espírito do Blog-ó-dinner e fizeram um esforço notável para estarem presentes nesta iniciativa. Um grande abraço para o Nuno e para o Luís. Já está prometido um Blog-ó-dinner numa praia qualquer do Algarve em tempos mais soalheiros.

Entretanto esta mente que além de rebelde é bastante curiosa começou logo a tentar ligar as caras aos blogs que entretanto ia vendo na listagem (alguns, devo confessar nem conhecia, apesar do esforço que fiz para os conhecer depois de ter sido divulgada a lista dos blogs que iriam participar) que nos tinha sido fornecida pela (excelente) organização e foi sem dúvida a melhor forma de começar a meter conversa com os colegas blogistas que me rodeavam. Comecei logo por conhecer o simpático criptógrafo que estava ao meu lado e que trouxe sem dúvida assuntos bastante interessantes durante o serão. A Sapito, é amiga da Butterfly Su e revelou ser também uma pessoa muito simpática e comunicativa (não parava de me pedir cigarros eheheheh tou a brincar Sapito). Mais para o lado esquerdo estava uma das personagens com quem simpatizei mais no jantar, com o espampanante e hiper divertido Hugo, foi rir à gargalhada com as histórias mirabolantes dele, o colega dele, o Vasco também fez por animar bastante as hostes. A Kitty também com um sorriso muito bonito (adoro sorriso bonitos) também contribui para a boa disposição.


Por falar em sorriso bonitos



Os meus colegas Bloggers Hugo, Vasco e Luís



O jantar ia avançando comigo a deliciar-me com um Bacalhau Espiritual e apesar do receio ter de ir a conduzir para Setúbal, não resisti e tive de beber uns copinhos de sangria que estava muito bem confeccionada e realmente comecei a reparar que todo o grupo estava a ficar “alcoolicamente” bem disposto e como tal as gargalhadas iam-se sucedendo e estávamos todos realmente a divertirmo-nos à brava. A fotoreportagem começou a ser elaborada (Ritinha espero que não fiques chateada, mas vou colocar algumas fotos que me enviaste, dá mais cor a este texto e é lindo ver o sorriso estampado no rosto do pessoal)























Veio a sobremesa e o cigarrinho e foi nesta altura que tive oportunidade de conviver mais com alguns bloggers que estavam situados numa zona mais longínqua da mesa. Foi só rir com o Jorge e com o Vítor. Aqui reside a minha única frustração nesta jantarada foi não ter conseguido falar com toda a gente, mas como já tinha dito em alguns comentários, os blogs vão com certeza aproximar-nos e também os nossos contactos de MSN foram fornecidos para podermos estar sempre em contacto.

Depois da fotografia de Grupo tirada pela D. Filipa, eu pensava cá para os meus butanitos “Cá para mim, agora vão-se todos embora” mas para o meu espanto, todos resolveram prolongar a cowboyada e aí fomos nós para os bares de Santos.


A meio do caminho aparece um “querfrô” que foi apelidado carinhosamente pela Ritolas de “Bidu” e o bom do Rebelmind após longas negociações resolve mostrar que os “Gentlemans” não são uma espécie rara em extinção e resolve oferecer uma rosa a todas as “babes” do grupo. Foi um dos highlights da noite sem dúvida, apesar de acreditar que muitas das florzecas devem estar espezinhadas no soalho da Disco para onde fomos bailar (ihihihihi).

Andámos como se tivéssemos a fazer o Lisboa-Dakar a pé mas lá entramos num bar que parecia o Morangos com Açúcar (o DJ tinha 13 anos imagine-se!!! Mas as empregadas que estavam no balcão até eram bastante jeitosas) e começámos por dar um pezito de dança e aqui começou a sobressair a bela e sensual Niki que, como já estive a ler no blog dela, dançou como já não dançava à 16 anos e o Hugo que se revelou ser um excelente dançarino, com coreografias dignas de um “dança comigo”. Mas depressa se chegou à conclusão que o bar não servia para conter a nossa vontade de acabar a noite em grande (a música era… desculpem o francês… uma merda!!!) e começámos a pôr os neurónios a funcionar e a tentar vislumbrar um sítio ali perto onde pudessem entrar 20 pessoas de uma enfiada.

Mais uma vez a preciosa Niki saca do télélé e telefona para uma alminha caridosa que fez com que entrássemos no Plateau! Meus amigos a partir de aqui, podem imaginar!!!

Muita música dos anos 80, toda a gente a dançar e a cantarolar êxitos que já ninguém ouve. Eu falo por mim... soltei a franga completamente e curti como se já não houvesse amanhã e foi tão bom!!!

Mas como diz a velha máxima “o que é bom acaba depressa”, lá por volta das 4 e tal aproveitei a dica da Butterfly Su e a Sapito irem embora e também me fiz à estrada. E assim acabou uma noite formidável. Uma noite que suscitou muito medo, muita insegurança, mas que acabou em grande.

Desculpem o testamento, mas acreditem meus amigos que ficou muita coisa por contar. Resta-me dizer que o saldo foi extremamente positivo e deixou água na boca para repetirmos o quanto antes o acontecimento. Para o pessoal do Porto que ficou triste e que não pode vir, fiquem sabendo que o próximo Blog-ó-Dinner vai ser na Invicta carago!!! Com direito a autocarro, dormida num Íbis qualquer da região e muita Blog-ó-farra à mistura.

Queria só terminar com uma grande homenagem e um obrigado a 3 pessoas.

1ª- Butterfly Su – Obrigado por me teres apresentado esta comunidade maravilhosa e que num mês já me deu tanto. Obrigado também por te estares a revelar uma excelente amiga. Amiga essa que já admiro e respeito muito.

2ª e 3ª – Anokas e Ritolas – Às mães deste magnifico e memorável acontecimento o meu obrigado. Foi uma noite perfeita e a organização foi notável.

A todos os presentes um valente abraço e uma megabeijoca.

Aos que não apareceram na Fotoreportagem reclamem com a Rita ok? (ihihihi)


Até breve e já sabem meus amigos…
Portem-se mal … mas com muito estilo e muita classe.

12 comentários:

• Jorge • disse...

Granddddeeee crónica! Sim foi meu o "olha o carapau de corrida". Ainda bem que não me identificaste na foto, lol!! Um forte abraço.

Vitor disse...

E não é que colocaste mesmo a foto, onde aqui o rapaz aparece altamente favorecido por um cabelo a sair-lhe do nariz!

E viva a depilação nasal!

sedutorasilusoes disse...

Ola! Como deves imaginar estou mesmo com muita pena de não ter ido, mas estou também muito contente porque já vi que está mesmo prometido que o próximo será aqui, no Porto. E prometo que também será uma noite memorável...

Palavra de tripeira!:):)

Bjs

heartbreaker disse...

Bem, q foto-reportagem mais completa... depois desta n vale a pena ler mais nenhuma ;)
Foi uma bela noite, é verdade...

Ainda voltando ao início da tua "aventura", a única vez q tive um furo foi, mais ou menos, no fim do Mundo e num dia de muito, muito calor... precisamente lá no alto da serra da Arrábida, onde no pasa nada!... acreditem, a não repetir!

criptog disse...

Ora aqui temos uma descrição exaustiva, útil até para relembrar alguns nomes e associá-los às devidas caras. Isso do pneu foi azar, mas acho que é hábito furarem apenas quando não dá jeito.

:)

Ana disse...

Grande crónica, grande relato!

Fico muito contente por saber que a minha voz é mais sexy que a do teu sobrinho! Heheheheh...não é mau, não é mau....

As flores...realmente um gentleman! E acredita que a minha veio comigo para casa. O.k...já murchou...mas veio!

Concordo contigo quando dizes que os meninos do Algarve " encarnaram na perfeição o que deve ser o espírito de um blog-ó-dinner. De facto, foi um esforço notável! ( e acho sinceramente que agora se podiam "esforçar" mais vezes aqui p'ra estes lados! hihihhhi!!!)

Olha, gostei de tudo! Espectacular, o máximo! Venha o próximo!

E mais uma vez... grande texto!

Beijocas

Hugo disse...

Ok, esta é a descrição mais perfeita da noite de Blogdinner. Os medos, as anieadades, os sorrisos nervosos...tá lá tudo. Eh eh eh...até as parvoices, o álcool em excesso, etc, e tal. Acabei também de chegar á conclusão que devo ser fino...pois não sou esquisito e sim...espampanante. LOL...és um baril! E agora quero é repetir...quando é o príxomo?

Buttafly Su disse...

Migoooooo! Até deixaste a bubuleta corada, pá!
Eu é que tenho de dizer thanks, provavelmente se não tivesses insistido teria tido mais uma noite de sábado igual a tantas outras... ;-)

Bjoka!

rebelmind disse...

Pronto pessoal ... admito estiquei-me um pouquito... os dedos não paravam de teclar ihihihi


Jorge:

O teu incentivo foi fulcral para a grande noite que se adivinhava e quanto à foto para mim é sem dúvida das melhores da night.

Abraço


Vitor:

Eu estive 2 horas para decidir se metia a minha foto no post porque estou 3576 vezes pior que tu eheheh.
Já agora ... parece que a depilação está mesmo na ordem do dia.

Abraço


Sedutora:

Podes mesmo contar com os Blog-ó-Malaicos ai na terra dos tripeiros.. Mete as francesinhas a aquecer que o pessoal quando menos esperares está aí!!!

Bj


Heartbreaker:

Já não consigo encontrar adjectivos para catalogar a formidável noite que tivemos. Qt a crónicas à outras também muito boas. Limitei-me a relatar as coisas do meu ponto de vista...
Espero que nunca mais passes por uma situação dessas porque a Arrábida tanto tem de bonito de dia como de aterrador de noite. Se por acaso tiveres um azar desses nessa zona, apita para o Rebelmind que moro mesmo pertinho.

Abraço


Criptog:

Meu grande parceiro de jantarada. Nem me fales em pneus porque a brincadeira vai sair muito cara... até falei com a Ana e estou a pensar em pedir uma blog-ó-vaquinha para ajudar ihihihihi.

Abraço

PS. Só o menino é que não colocou um post sobre a jantarada, ou será que está encriptado??? eheheheh


Ana:

Sem a vossa iniciativa este post nunca existiria... não me canso de vos homenagear e agradeçer.

Ah... e não é só a voz que tens mais sexy que o meu sobrinho ihihihi

Fico muito contente que tenhas gostado da crónica.

Começa já a preparar o próximo ouviste!!! Foi mm muito malaico

Beijos


Hugo:

Não vou negar que adoro pessoas como tu... sim... espampanantes... que espalham alegria e contagiem com a sua boa disposição e excelente sentido de humor.
Se formos ao Porto (claro que vamos) quero-te lá a animar as hostes no Machibombo e no resto do Blog-ó-dinner Tripeiro ouviste?

Abração

PS. Vou uivar muitas vezes no teu blog (ihihihi)

rebelmind disse...

Miguinha bubuleta

Quem tem de agradeçer sou eu babe...

Sem a Baby Su, nem sequer existia aqui nenhum post, nem blog e o mais importante nem sequer teria a oportunidade de conhecer estes novos e excelentes amigos que de repente cairam de paraquedas na vida do Rebelde Sadino.

E não cora tá... és mesmo 10 estrelas.

Beijo gigante

Niki disse...

bem, parece que fui a ultima a ler o teu texto (shame on me) mas ainda ando aqui um bocadinho baralhada com tanto blog!
olha, gostei muito, acho que foste simpático de mais comigo no texto (sensual Niki???)e também não chegar a ligar á tal amiga para entrarmos, entramos porque somos maravilhosos, mesmo! mas gostei da descrição pormenorizada!
Claro que teremos mais oportunidades para falar melhor, até porque lembro-me que prometi ajudar numas coisitas, né?

Beijo

Kitty disse...

Olá rebelmind!! Pois é, só hoje cheguei ao teu blog!:-(
O post já é antiguinho, mas nunca demasiado antigo para não ser comentado!
Gostei muito da "reportagem" que fizeste do jantar! E, embora, não tenhamos falado basicamente nada, deu para ver que és simpático!! :-D
O jantar foi, de facto, muito bom!
beijocas